Nilton Santos

Nilton Santos

Write on Terça, 14 Agosto 2018
Em pronunciamento na tribuna da Câmara nesta segunda-feira (13), o vereador Silvio Delfino (PSDB), o Silvinho do Pão de Queijo,  solicitou à direção do Departamento Municipal de Obras a execução dos serviços de manutenção da Praça Barão do Rio Branco. 

De acordo com vereador, há vários bancos danificados e a limpeza pública do local tem deixado a desejar por conta da presença constante de moradores de rua. O vereador cobrou uma atenção especial à Praça Barão do Rio Branco, que é a mais tradicional da cidade e um dos seus cartões postais. 

“O local necessita ser revitalizado e limpo diariamente para evitar acúmulo de sujeira”, disse o vereador em indicação que está sendo encaminhada à Prefeitura.
Write on Terça, 14 Agosto 2018
O Plenário da Câmara de Bebedouro aprovou – nesta segunda-feira (13), em sessão ordinária – o requerimento de autoria do vereador Engenheiro Nasser (Rede Sustentabilidade) em que ele solicita cópia de documento apresentado pela Concessionária Viação Urbana Guarulhos justificando o novo reajuste na tarifa do transporte coletivo na cidade.
 
Levantamento feito pelo vereador revela que em julho de 2014, ano da assinatura do contrato, a tarifa que era de R$ 2,00 sofreu um aumento de 20%, indo para R$ 2,40; em agosto de 2015, o Decreto Municipal nº 11.650 autorizou o reajuste para R$ 2,70; em novembro de 2016, o Decreto Municipal nº 12.335 autorizou o reajuste para R$ 3,20 a partir de 1 de dezembro; em julho de 2017, o Decreto Municipal nº 12.654 autorizou o reajuste para R$ 3,40 a partir de 1º de agosto, e por último, o Decreto Municipal nº 13.147 autorizou um  reajuste de 5,88%, passando a tarifa para R$ 3,60, a partir de 06 de agosto.
 
Nasser quer os cálculos e apontamento de índices que demonstram a elevação dos custos em relação ao ano passado e comparações que justifiquem o aumento da tarifa de R$ 3,40 para R$ 3,60. O reajuste foi autorizado por decreto baixado pelo prefeito Fernando Galvão Moura, que no acumulado dos últimos 4 anos chega a 80%.
 
“O valor da tarifa do transporte coletivo urbano de Bebedouro vem evoluindo muito acima dos índices inflacionários nos últimos anos, sendo que de 2014 até o momento, acumula um aumento de 80%”, reclamou Nasser.
Write on Segunda, 13 Agosto 2018
Os vereadores de Bebedouro votam hoje (13) – durante a 22ª sessão ordinária do ano – a partir das 20h, requerimento de autoria do vereador Engenheiro Nasser (Rede Sustentabilidade) em que ele solicita cópia de documento apresentado pela Concessionária Viação Urbana Guarulhos justificando o novo reajuste na tarifa do transporte coletivo na cidade.
 
Nasser quer os cálculos e apontamento de índices que demonstram a elevação dos custos em relação ao ano passado e comparações que justifiquem o aumento da tarifa de R$ 3,40 para R$ 3,60. O reajuste foi autorizado por decreto baixado pelo prefeito Fernando Galvão Moura, queo acumulado dos últimos 4 anos, chega a 80%.
 
A sessão é transmitida, ao vivo, pelo portal www.camarabebedouro.sp.gov.br e pela Rádio Iguatemi FM (94,7).
Write on Sexta, 10 Agosto 2018
Lançado há cerca de 15 dias, o  Programa Via Rápida 18 Jepoe (Jovens em Exercício  do Programa de Orientação Estadual) está contemplando 195 jovens em Bebedouro com idades entre 16 e 18 anos em cursos de qualificação profissional.
 
O programa é fruto do trabalho do presidente da Câmara, vereador José Baptista de Carvalho Neto (SD), o Chanel, e do prefeito Fernando Galvão Moura, que acolheu a proposta trazida do Governo do Estado. De 645 municípios paulistas, apenas 16 foram contemplados pelo Programa.
 
Para Chanel, não se pode perder oportunidades que se apresentam para a qualificação profissional dos jovens que já pensam em ingressar no mercado de trabalho. De acordo com o presidente, Bebedouro ainda carece muito de mão de obra especializada e o programa estadual Jepoe é apenas a sequencia de um trabalho de valorização da força jovem para o mercado que teve início há alguns anos.
 
O programa oferece ainda uma bolsa-auxílio de R$ 500,00 aos jovens inscritos nele. Paralelo ao Jepoe, também vem funcionando em Bebedouro o Time do Emprego, programa de qualificação profissional mais amplo que atende pessoas de 16 a 60 anos. Em breve será implantado o PEC, outro programa que atenderá cerca de 600 pessoas em Bebedouro.
Write on Sexta, 10 Agosto 2018
O vice-presidente da Câmara de Bebedouro, vereador Fernando José Piffer (PSDB), lançou – nesta semana – em discurso na tribuna, um apelo para que o prefeito Fernando Galvão Moura se manifeste e agilize a recondução da médica sanitarista Yara Maria de Brito Ramalho Luz ao posto de coordenadora da Vigilância em Saúde.
 
O apelo foi feito no dia que marcaria o retorno da médica ao serviço público de Bebedouro, 6 de agosto, conforme pré-acordado. Com contrato de trabalho vencido há cerca de 20 dias, o Legislativo se apressou em votar lei que possibilitaria o retorno de dra. Yara às suas atividades, mas até o momento a lei não saiu do papel.
 
Na opinião de Fernando Piffer, que também é médico, dra. Yara é essencial para todo o trabalho que vem sendo desenvolvido. “A saúde de Bebedouro não pode se dar ao luxo – neste momento – de prescindir da excelente profissional e do ser humano ímpar que é a nossa dra. Yara Ramalho Luz”, alertou o vereador.
 
Piffer disse ter tentando falar com o prefeito, mas sem sucesso. Entre as várias conquistas elencadas e atribuídas ao trabalho de dra. Yara, Piffer destacou o fato dela ter sido a primeira profissional a implantar o atendimento humanizado em Bebedouro e de ter gerido com êxito os recursos que levaram à ampla modernização do prédio da Vigilância Epidemiológica, o que tem garantido um melhor atendimento à população e uma maior satisfação no trabalho por parte dos servidores públicos.
 
No prédio onde funciona a Vigilância Epidemiológica estão reunidos serviços essenciais como o SAE, o Centro de Controle de Vacinas e Indicadores, além de contar com área para atendimento aos portadores do HIV/Aids, hepatite, entre outras doenças.
Write on Sexta, 10 Agosto 2018
Satisfeito com os trabalhos finais para a entrega do campo de grama sintética para a prática de futebol society no bairro Residencial Pedro Paschoal, o vereador Juliano César Rodrigues (PSD) quer agora reunir forças para a construção de um Centro de Convivência do Idoso (CCI) em Bebedouro.
 
Para isto, espera poder contar com o apoio de seus colegas vereadores para que – juntos – possam fazer frente aos deputados em São Paulo e Brasília com o objetivo de angariar os recursos para a implantação da medida.
 
Nos seus planos estão a construção de um local com espaço para atividades de lazer e esportivas que contemplem não só apenas os idosos, mas também as pessoas com deficiência, com as quais nutre um carinho muito grande.
 
A causa, segundo Juliano, é nobre, porém vai requerer muito empenho de todos para que mais este projeto se torne realidade.

 

Write on Sexta, 10 Agosto 2018
A vereadora Sebastiana Tavares (DEM) não poupou elogios à Prefeitura e, em especial aos responsáveis pelo Departamento Municipal de Engenharia e Obras pelo trabalho iniciado sobre a ponte do Córrego Parati visando à sua pavimentação asfáltica do local.
 
Segundo Sebastiana, a reivindicação é antiga e irá por fim a dois problemas que incomodam há anos os moradores da zona norte da cidade, sobretudo dos bairros Rassim Dib, Chácaras Parati, Parati 1, 2 e 3, Cláudia 2 e agora os recém-inaugurados Residencial Pedro Paschoal e Cidade Coração.
 
Sebastiana disse que os moradores deixarão de sofrer com poeira e barro sobre a ponte, que interliga vários bairros da região mais populosa de Bebedouro. A iniciativa é uma continuação dos serviços de revitalização do local, que recentemente recebeu iluminação pública.
Write on Quinta, 09 Agosto 2018
“Toda vez que nos omitimos em resolver problemas pontuais da população, deixamos de colher e passar para o nosso querido povo a importância dos grandes projetos, porque quando eles forem realizados, o povo já vai estar com a paciência no limite.”
 
Assim se expressou o vereador Professor Jorge Cardoso (PSD), na tribuna da Câmara, nesta segunda-feira (6), na sessão que abriu oficialmente os trabalhos legislativos neste segundo semestre.
 
Na avaliação do vereador, o povo não pede demais, e, são as questões micros que mais afetam a população num primeiro momento e são elas as mesmas que mais tiram o seu sossego, como buracos nas ruas, vazamentos de água em frente à sua residência, uma coleta de entulhos sem regularidade, etc.
 
Professor Jorge comentou que os grandes investimentos e as grandes obras são excepcionais e importantes, porém quando acontecem, perdem o valor porque as pessoas estão tão incomodadas e tão insatisfeitas com o micro, que elas acabam perdendo tempo e dispendendo suas energias sobre problemas menores.
 
De acordo com ele, a questão é cultural, pois se renegam à própria sorte problemas menores, e o caminho correto é um só e, a ciência explica. “É uma lógica matemática” disse o vereador. “Você começa a solucionar os problemas mais simples até à parte mais complexa.”