Miguel Quessada

Write on Segunda, 17 Junho 2019

Os vereadores votam hoje, em primeiro turno, a LDO do ano de 2020. Antes da votação, o assunto foi debatido em audiência pública. A edilidade vota também o projeto do Executivo que denomina Parque dos Ipês Rotary Club Solidariedade o sistema de lazer localizado na Avenida Maria de Lourdes Andrade Hortal, entre as Ruas Luiz Greve e Domingos Gagliardi no Hércules Hortal.

Na pauta de votação está o projeto que concede o título de Cidadão Bebedourense ao Sr. Antonio Campanelli. A iniciativa partiu do vereador Jorge Cardoso. Por fim, os vereadores discutirão e votarão o requerimento do vereador Nasser (Rede) sobre a situação do Departamento Municipal de Cultura.

Write on Quinta, 13 Junho 2019

O Sereníssimo Grão-Mestre da GOP (Grande Oriente Paulista) Sr. Pascoal Marracini receberá o título de Visitante Ilustre pelo Poder Legislativo. O líder maçom é responsável pela GOP que congrega 412 lojas e mais 9 mil obreiros. A iniciativa partiu dos vereadores Tota (SD), Chanel (SD) e Fernando Piffer (PSDB).

Os autores defenderam a liderança nacional atuante do homenageado, sendo árduo defensor do combate a corrupção apoiando e colhendo assinaturas para as 10 medidas do Ministério Público que está hoje no Congresso Nacional.

Histórico:

Desde 1985 é Diretor Administrativo do Instituto do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho, hospital especializado em oncologia, com 100 leitos, e um quadro de pessoal de 550 funcionários entre administrativos, enfermagem e médicos,

Desde agosto de 2008 é coordenador do curso de pós-graduação em administração hospitalar, uma parceria entre a Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo – Fehosp, Secretária de Estado de Saúde e Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, É Diretor Presidente da Associação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Combate ao Câncer – ABIFCC,

Membro do Comitê Técnico da Federação das Santas Casas e hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo – Fehosp.

Write on Quinta, 13 Junho 2019

O vereador José Baptista de Carvalho Neto, o Chanel (SD) declarou, quando assumiu a tribuna, na sessão plenária da Câmara, desta segunda-feira (10), que não está travando a pauta da Câmara diante dos projetos enviados pelo Executivo.

Ele explicou que cumpre um propósito de se abster de votar, enquanto não for resolvida a questão da abertura da estrada da fazenda Santa Irene, impasse que sempre dependeu de uma atitude de liderança do prefeito Municipal. Ocorre que Chanel participa das sessões, só se ausentando no momento das votações de projetos enviados pelo Executivo.  Ele disse ainda que essa atitude é crítica no sentido de chamar atenção para que as coisas se resolvam.

Com relação ao projeto enviado pelo Executivo para aprovação da compra de um caminhão de lixo e uma van, disse que é contra porque isso além de aumentar a dívida do município que já é enorme e situação empurra com a barriga um problema crônico.
Também rejeitou o argumento da situação que disse ter sido sempre assim, a administração anterior deixa dívidas a pagar, para a outra que assume. Disse Chanel “ Essa compra não é solução para o problema, pois certamente a vida útil e a conservação dos veículos será breve. Uma solução seria passar a gestão do lixo para o SAAEB e criar um fundo que permitiria permanentemente assumir essas despesas.

Quanto ao projeto do Executivo de doação da Casa de São Camilo, em Barretos, à AVCCB, Chanel disse que é a favor pois a função do imóvel é importantíssima, e a prefeitura não consegue administrá-la.  A estrutura da casa é precária e mesmo, tendo ele Chanel obtido verba, há anos, para uma reforma, ela não foi realizada. Portanto, nas mãos da AVCCB certamente, os objetivos de assistência aos doentes, serão atingidos, pois são pessoas responsáveis que darão dignidade a esse atendimento.

Chanel votou a favor de projeto apresentado pelo legislativo de autoria da vereadora Mariangela Mussolini.

O vereador também se manifestou com relação à concessão de bolsas de estudo no Imesb para filhos e netos de funcionários, elogiando o trabalho da diretora Damaris e de sua vice que vem realizando uma gestão firme e controlada para o crescimento da instituição de ensino.

“Não sou do quanto pior melhor”, afirmou o vereador, registrando que muitas vezes ajudou o Executivo, indo atrás de verbas, procurando melhores condições para a população, dialogando e defendendo propostas.  A minha crítica, não é pessoal, é contra a má ou a omissão de gestão, que caracteriza essa administração. A ausência de um líder, que fale a verdade, não se omita, se apresente ao legislativo e consequentemente estará se apresentando ao povo- para discutir e apresentar propostas para a cidade. Que ele tenha diálogo com a Câmara, chame para si a tarefa de colocar Bebedouro em um nível que,

Write on Quarta, 12 Junho 2019

Os vereadores aprovaram o título de Cidadão Ilustre ao capitão da Polícia Militar Flavio Mira D’arbo. A iniciativa partiu do vereador Artur Henrique reconheceu o trabalho do profissional junto à comunidade, além e ser uma figura importante na luta pela segurança em Bebedouro.

Histórico:

 

Flavio Mira D’Arbo, Capitão da Polícia Militar do Estado de São Paulo, casado com Ieda Wohnrath D’Arbo. Pai de Felipe Wohnrath D’Arbo e Gabriel Wohnrath D’Arbo. É nascido, residente e domiciliado na cidade de Bebedouro.

Em 13 de dezembro de 1996, foi diplomado Bacharel em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública pela Academia de Polícia Militar do Barro Branco.

Em 09 de janeiro de 2003, foi diplomado Bacharel em Direito pela Fundação Educacional de Barretos.

Em 18 de março de 2016, recebeu o título de Mestre em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública, concedido pela Diretoria de Ensino e Cultura da Polícia Militar do Estado de São Paulo, após haver concluído com aproveitamento o programa de mestrado em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública, realizado sob a responsabilidade da Academia de Polícia Militar do Barro Branco.

 Capitão da Polícia Militar do Estado de São Paulo teve como sua primeira unidade o 13º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, com sede na capital paulista; posteriormente exerceu o comando da 3ª Companhia do 33º Batalhão de Polícia Militar do Interior e atualmente está lotado no 38º Batalhão de Polícia Militar do Interior, sediado na cidade de São Carlos, onde exerce a função de subcomandante interino do Batalhão, cuja responsabilidade territorial inclui, além do município de São Carlos, as cidades de Ribeirão Bonito, Ibaté, Dourado, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro e Porto Ferreira.

Flavio Mira D’Arbo, Capitão da Polícia Militar, reside no município; sempre atuou de forma ímpar para diminuição dos índices criminais e aumento da sensação de segurança da comunidade local, participando ativamente de reuniões com a população através do Programa Vizinhança Solidária e Conseg, dentre outras.

 

Write on Quarta, 12 Junho 2019

Indicação do vereador Silvinho do Pão de Queijo apresentada na sessão ordinária de segunda-feira (10/06), na Câmara Municipal, solicita à Prefeitura de Bebedouro melhorias aos bairros Jardins Parati II e III, como pavimentação asfáltica e construção de praça.

Citando como exemplo as esquinas da rua Maria José de Oliveira Rosa com José Mário Ferreira Lima, e a alameda Mourisco, o vereador falou sobre a precariedade do asfalto, que apresenta muitos buracos – alguns com “degrau” – e pedras soltas, dificultando o trânsito de veículos e pedestres. Muitos buracos estão acumulando água, tornando-se local para criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças.

A pedido de moradores, o vereador comentou a necessidade de construção de uma praça entre as alamedas Mourisco e Raymundo Ruzzante, servindo como local de lazer, o que preservaria o espaço que em alguns pontos é utilizado como depósito irregular de lixo.

Write on Quarta, 12 Junho 2019

A Câmara aprovou a entrega da medalha Raul Furquim ao futebolista Cesar Michelon. A iniciativa partiu dos vereadores Fernando Piffer (PSDB) e Silvinho do Pão de Queijo. Os autores defenderam que a medalha é uma honraria concedida pela Câmara Municipal a quem se destaca, não somente em sua área de atuação, mas principalmente pela contribuição ao nome e ao desenvolvimento do município.

Nascido em 16 de novembro de 1.975 em Bebedouro, o zagueiro César marcou época na Portuguesa de Desportos (Lusa) nos anos 90. Revelado nas categorias de base da Ponte Preta chegou a Portuguesa em 1.995. Foi vice-campeão brasileiro em 1.999, sendo nesse mesmo ano negociado com o Paris Saint German na França.

Voltou para o Brasil onde jogou no Palmeiras, Corinthians, Atlético do Paraná e Ponte Preta dentre outros. Participa do evento esportivo Futebol Solidário que integra craques do passado, com toda a renda destinada para a APAE de Bebedouro. Este jogo de 26 de maio, no Estádio Municipal Sócrates Stamato, marca a despedida oficial do ex-jogador bebedourense. Apoiador de causas nobres no mundo esportivo, César Michelon foi Diretor Municipal de Esportes (DME) em 2013.

Write on Terça, 11 Junho 2019

Os vereadores rejeitaram por 5 votos a 4 o projeto que autorizaria um empréstimo com a Desenvolve São Paulo no valor de R$ 492 mil para compra de um caminhão coletor e de uma ambulância. Favoráveis ao projeto votaram os vereadores Juliano Cesar (PSD), Jorge Cardoso (PSD), Artur Henrique (DEM) e Rogério Mazzonetto (PDT). O projeto recebeu voto contrário dos seguintes vereadores: Paulo Bola (MDB), Nasser (Rede), Mariangela Mussolini (MDB), Fernando Piffer (PSDB) e Silvio Delfino. Chanel (SD) disse que não votará nenhum projeto de autoria do Executivo enquanto a situação da estrada da Fazenda Irene não for resolvida.

O líder do prefeito, vereador Artur Henrique, defendeu o empréstimo visto a necessidade dos veículos e disse que é pratica a administração contrair empréstimo para uma próxima gestão pagar. Ele citou que o governo Galvão paga empréstimo realizado de outras administrações. Já os vereadores Jorge Cardoso e Juliano Cesar defenderam a aprovação visando às melhores condições de trabalho dos servidores e melhor atendimento à população. Mazzonetto também defendeu uma maior segurança ao trabalhador e ao paciente.

Os vereadores, Nasser, Mariangela Mussolini e Paulo Bola defenderam a não aprovação visto que o Executivo possui uma dívida beirando a casa dos R$ 150 milhões e que não seria prudente contrair mais um empréstimo. Já Fernando Piffer disse que falta gestão ao prefeito.

Write on Terça, 11 Junho 2019

Uma vitória da causa animal. Essa foi a sensação da vereadora e protetora Mariangela Mussolini (MDB) ao ver o projeto que proíbe a prática de maus-tratos por confinamento, acorrentamento ou alojamento inadequado de animais domésticos em Bebedouro sendo aprovado pela edilidade. O texto segue para o prefeito Fernando Galvão (DEM) que pode tanto sancioná-lo como vetá-lo.

De acordo com a propositura, fica proibido o confinamento de animais em alojamentos e/ou locais que não respeitem as condições adequadas ao bem-estar do anima, além e correntes que pesem mais de 10% do peso do animal.

A multa para quem praticar maus-tratos ultrapassa R$ 1000,00 já que o texto diz em 10 UFM – Unidade Fiscal do Município. Atualmente, o valor de cada UFM é de R$ 100, 53.  Os valores recolhidos em função das multas previstas nesta lei, serão depositados em conta do FUNPROVIDA e utilizados para custeio das ações do órgão municipal responsável pelo controle de zoonoses e Conselho Municipal de Proteção Animal de Bebedouro.

“A presente Lei irá beneficiar os animais e atender à solicitação de grande parte da população bebedourense que prezam e zelam pelos animais. Os animais acorrentados ou presos de maneira inadequada, sofrem uma vida toda e se não houver denúncia e punição, não conseguiremos ajudar esses seres indefesos e acabar com essa prática absurda”, justificou a vereadora.