Miguel Quessada

Write on Sexta, 15 Fevereiro 2019

Fernando Piffer (PSDB) usou a tribuna para falar da conquista de Bebedouro ao obter o MIT, transformando-se assim em um município de interesse turístico. O vereador disse que a divulgação não foi realizada da maneira correta e por isso faria um histórico do que aconteceu.

O vereador classificou a conquista do MIT como um sonho antigo desde de quando assumiu a vereança e que diversos eventos corroboraram para que isso acontecesse como a Caravana do Turismo e a realização de uma audiência pública na casa legislativa para discutir o tema.

Ele destacou o apoio de diversos deputados que ajudaram Bebedouro como por exemplo os deputados estaduais Rafael Silva, Marco Vinholi e Itamar Borges, além da contribuição do deputado federal Samuel Moreira. Piffer lamentou as diversas vezes que o projeto foi de forma errada para São Paulo e citou inclusive estabelecimentos que nem a Bebedouro pertenciam, mas que constavam no documento encaminhado à ALESP.

Por fim, Piffer lembrou do apoio do ex-vereador Angelo Daolio, do seu colega de partido Silvinho do Pão de Queijo e também do vereador Rogério Mazzonetto.

Write on Sexta, 15 Fevereiro 2019

O Jardim Primavera que até pouco tempo atrás era considerado um bairro modelo no município já sente os efeitos do descaso da fiscalização do poder público. Essa é a reclamação dos moradores do local que veem a tranquilidade do local dar lugar à insegurança e ao lixo espalhado pelos terrenos.

 Paulo Bola (MDB) usou a tribuna para denunciar o descaso da prefeitura com o bairro além de pedir ao Executivo que limpe as áreas pertencentes ao poder público e que notifique os proprietários a fim de limparem as áreas. Os moradores do Jardim Primavera acompanharam a última sessão na Câmara Municipal.

Outro bairro que também tem sido motivo de constantes reclamações e que também foi abordado pelo vereador Paulo Bola é Hércules Hortal. Semelhantemente ao jardim Primavera, o bairro também sofre com o mato alto e com a falta de sinalização.

Com fiscal de postura aposentado, o vereador Paulo Bola defende que as leis já existentes sejam aplicadas pelo poder público, já que o problema para essas questões não é falta de legislação e sim fiscalização da prefeitura.

Write on Quinta, 14 Fevereiro 2019

Devido às inúmeras reclamações de buracos e consequentemente danos nos veículos que são causados pela péssima infraestrutura das vias, o vereador Juliano Cesar (PSD) tem orientado os munícipes a acionarem a prefeitura e pedirem ressarcimento contra os danos causados.

Juliano orienta a fotografar o dano no veículo assim como o local público que ocorreu o prejuízo e fazer três orçamentos na cidade. Feito isso, o munícipe deve procurar o departamento de Controladoria e pedir que o poder público arque com o prejuízo, já que a prefeitura é obrigada a ressarcir o proprietário.

Write on Quinta, 14 Fevereiro 2019

A vereadora Mariangela Mussolini (MDB) encaminhou uma indicação à Prefeitura para que providencie os cones sinalizadores na ciclofaixa que percorre o lago municipal. A reinvindicação é uma resposta às solicitações dos usuários que não são respeitados pelos motoristas que passam pelo local.

O desrespeito à sinalização tem gerado medo e revolta dos ciclistas. Muitos levam os filhos, mas se sentem amedrontados com um possível acidente.

Feira de Adoção: A vereadora aproveitou para falar que na última Feira de Adoção foram adotados sete cachorros e que a ONG Dona Zuleika continua fiscalizando e acompanhando o trabalho de vermifugação, vacinação e castração dos animais.

Write on Quinta, 14 Fevereiro 2019

A Câmara aprovou o projeto que abre crédito no valor de R$300 mil ao Hospital Municipal de Bebedouro. O valor trata-se de uma emenda parlamentar do deputado estadual Rafael Silva e teve a mediação do vereador Rogério Mazzonetto (PDT).

Mazzonetto explica que desse montante, R$80 mil serão gastos com a compra de pneus, visto que os veículos da Saúde como ambulâncias, por exemplo, rodam muito e o desgaste dos pneus é grande.  Já os R$220 mil serão gastos com compra de medicamentos.

“Essa verba é muito importante para o momento que a gente passa e há outros vereadores ajudando nossa cidade e ajudando a saúde a melhorar”, agradeceu o vereador.

Write on Quarta, 13 Fevereiro 2019

Durante sua fala na Tribuna da Câmara, na sessão ordinária de segunda-feira (11/02), o vereador Silvinho do Pão de Queijo (PSDB) cobrou da Prefeitura a colocação de vidros no banheiro masculino da praça Barão do Rio Branco, a praça da Concha Acústica. O pedido já havia sido enviado, em 3 de janeiro, e mais de um mês depois, nada foi feito. Agora, o edil cobrou o reparo por meio de indicação.

Para a cidade que acaba de receber o selo do MIT – Município de Interesse Turístico – é preciso maior atenção às praças públicas. No local, inclusive, é grande o número de andarilhos que a utilizam como moradia, fazendo comida e lavando suas roupas.

Write on Quarta, 13 Fevereiro 2019

Por meio de requerimento enviado à Diretora do Departamento de Saúde, Sônia Junqueira, o vereador Nasser (Rede) questionou sobre a possível terceirização do Hospital Municipal Julia Pinto Caldeira.

De acordo com o vereador, além da UPA que é gerida pela Organização Social Mahatma Gandhi, há a possibilidade de estender a terceirização para o Hospital Municipal que é gerido atualmente pela prefeitura. A possibilidade sempre foi negada pela diretora até tornar público o processo de credenciamento de empresas para gestão ampla do hospital, contrariando assim a fala da própria diretora.

A divulgação mexeu com os ânimos dos servidores municipais que procuraram o vereador para melhores informações. No requerimento, Nasser faz uma série de questionamentos, entre eles, o motivo de optar por uma Organização Social de Saúde para administrar o Hospital e qual o estudo realizado para essa tomada de decisão. Outra indagação apresentada pelo vereador é que o que aconteceria com os funcionários concursados em uma eventual terceirização.

Nasser demonstrou preocupação com os funcionários de carreira e com o atendimento da população, visto que a terceirização não significa necessariamente qualidade no atendimento.

Aumento da Carga Horária da Saúde

 O vereador aproveitou para posicionar-se contra a ideia de alterar a jornada dos profissionais da Saúde de 30 para 40 horas semanais, tal como era antigamente. Ele lembrou que a Câmara aprovou uma lei reduzindo a carga horária e apontou que a prefeitura está elaborando um estudo para que os atendentes, auxiliares de serviços gerais e braçais voltarem a cumprir 8 horas diárias.

Write on Quarta, 13 Fevereiro 2019

O tema principal da manifestação de Chanel, na sessão plenária da Câmara Municipal, dia 11 de fevereiro, foi registrar e tentar esclarecer informações falsas ou manipuladas que chegam à população sobre a revitalização do lago artificial e questionamentos sobre o investimento, por pessoas que desconhecem os trâmites legais desses procedimentos.

 Ele explicou que por ter origem no Ministério do Turismo, a verba só pode ser usada em ações que fomentem o turismo no município. Sobre o contrato informou que foi assinado com a União, por meio do Ministério do Turismo, firmado com a Caixa Econômica Federal e contou com a intermediação do deputado federal Paulinho da Força, depois do pedido dele Chanel, na época, presidente da Câmara.


As obras abrangem melhorias no Museu de Bebedouro até a Praça Santa Paula Frassinetti, possibilitando consolidar os pontos turísticos de Bebedouro como Lago, Museu e Parque da Família.

De acordo com Chanel, o projeto é amplo e há anos, foi iniciado pelo arquiteto bebedourense, já falecido, João Valente Filho, profissional renomado, reconhecido por ser autor do projeto da Ponte Estaiada na capital paulistana.  O projeto original foi modernizado e prevê iluminação de toda a área externa do Museu Eduardo A. Matarazzo, reforço da iluminação pública da Praça Carlos Gomes (ao lado do museu) e em todo o Parque Centenário, área que vai desde a Praça Santa Paula Frassinetti até o sambódromo, além de rampas para cadeirantes e idosos.

As passarelas que já estão chegando, serão colocadas com todas as normas de segurança, pois prevê a concentração de pessoas em dias de evento. Por meio delas se fará a ligação entre Avenida Sérgio Sessa Stamato à outra margem do lago, concluiu Chanel. Ele diz que o projeto é muito maior, será feito em etapas e que voltará a falar dele no plenário, mas que está à disposição da população, para mais esclarecimentos.

CPI - Sobre a Comissão Parlamentar de Inquérito instalada na sessão, Chanel se manifestou que não é contra qualquer investigação da Câmara, porém, já existe a investigação (e essa ele está acompanhando), por parte do Ministério Público que possui pessoas habilitadas, com eficiência e competência para fazer investigações sobre qualquer episódio do município, muito mais do que a Câmara. E completou, após os 90 dias de apuração desta CPI, hoje instalada, caso haja um fato realmente novo que mereça sindicância, esta Casa de Leis se manifestará.