Miguel Quessada

Miguel Quessada

Write on Quarta, 15 Agosto 2018

À semelhança do que acontece em outras cidades, a vereadora Sebastiana Tavares (DEM) vai pedir a que a avenida que margeia o lago desde o Sambódromo até o Tiro de Guerra seja interditada aos domingos pela manhã para prática de exercícios.

A sugestão atende aos pedidos dos ciclistas e demais atletas que utilizam o local para atividades esportivas aos domingos. Apesar da ciclofaixa existir na via, os motoristas ainda não respeitam os ciclistas.

A indicação será encaminhada ao Departamento Municipal de Tráfego e Transportes para que seja realizado um estudo e verifique a possibilidade de fechar a rua aos domingos.

Caso seja atendido, as famílias utilizarão todo o complexo do lago com segurança. Em São Paulo, por exemplo, a avenida Paulista é fechada todo o domingo para trânsito de veículos e fica aberta para a população.

Write on Quarta, 15 Agosto 2018

As críticas com o descaso da diretoria de ensino de Jaboticabal para com Bebedouro e as cidades da microrregião têm gerado descontentamento dos professores e demais profissionais da educação. Com a justificativa de cortes de gastos, a antiga DE do município foi para Jaboticabal, mas a qualidade no atendimento não seguiu a mudança.

Preocupado com a situação, o vereador e professor Jorge Cardoso (PSD) disse que já passou da hora de a cidade contar com uma diretoria. Ele propôs uma ação conjunta entre vereadores, prefeitura, professores e sociedade civil para trazer de volta a diretoria de ensino a Bebedouro.

O descaso não é de hoje. Em novembro de 2017, quando o vereador promoveu uma audiência pública para debater a violência nas escolas, vieram representantes dos mais diferentes segmentos exceto da diretoria de ensino de Jaboticabal. Apesar dos diversos convites e telefonemas, o órgão ignorou a audiência e não enviou nenhum representante.

Write on Quarta, 15 Agosto 2018

Médico e vereador, Fernando Piffer (PSDB), usou a tribuna para alertar sobre a vacinação que ocorre até o dia 31 de agosto para a poliomielite e sarampo. De acordo com o vereador, cidades como Ribeirão Preto e Viradouro já registraram casos de poliomielite.

A vacinação deve ocorrer para crianças de 1 a 5 anos incompletos. Já a de sarampo vai de 1 a 59 anos. Bebedouro já alcançou praticamente 50% do que foi proposto e a meta é atingir 100% até o fim do mês.

Esse tipo de campanha acontece de quatro em quatro anos e todas as unidades de saúde (UBS) e estratégias da saúde da família (ESF) estarão oferecendo a vacina. É preciso levar a carteira de vacinação da criança.

Write on Terça, 14 Agosto 2018

O vereador Paulo Bola (MDB) acionou o Ministério Público por meio de uma representação contra o reajuste da água em 12%. O promotor de justiça José Floriano de Alckmin Lisbôa Filho instaurou inquérito civil a fim de apurar se existiu algum tipo de impropriedade administrativa na ação. O promotor solicitou à prefeitura o motivo de não aplicar reajuste total do IPCA no ano de 2016 e se essa decisão foi por motivo eleitoral, já que naquele ano houve as eleições municipais.

Na ação, o vereador explica que o IPCA não foi ajustado em sua totalidade em 2016 – ano eleitoral – e que ao fazer agora, estaria equiparando o que ficou em haver.  O vereador ainda argumenta que a justificativa de que o SAAEB sanaria a defasagem apurada nos últimos anos é falha, visto que a autarquia está em equilíbrio econômico.

Bola aponta ainda que o decreto mostra que não houve elaboração de plano tarifários, violando assim o princípio da previsibilidade.

Write on Terça, 14 Agosto 2018

A vereadora Mariangela Mussolini (MDB) cobrou publicamente o prefeito acerca das novas instalações da ONG Dona Zuleika. Apesar de enviar um projeto de lei autorizando o uso do antigo abatedouro municipal para sediar a ONG e os vereadores aprovarem o projeto ainda no primeiro semestre, a prefeitura não cumpriu a parte dela de entregar o local adaptado para os animais. Sem o novo abrigo, os 300 animais – entre gatos e cães – não podem sair de uma residência no centro da cidade.

Mussolini aproveitou para divulgar o bingo em prol dos animais que ocorrerá nesse sábado (25) no Bebedouro Clube. Com o dinheiro que for arrecadado, a ONG quitará algumas dívidas e se adequará à nova sede.

Write on Terça, 14 Agosto 2018

Os vereadores aprovaram a abertura de crédito suplementar no valor de R$ 5.271.000,00 para as despesas de investimentos e melhorias do SAAEB. O recurso não é de nenhum convênio, mas sim de recursos próprios da autarquia.

Com o investimento, o SAAEB fará obras de setorização, manutenção de serviços de tapa-buraco, fornecimento de materiais hidráulicos para manutenção das redes, aquisição de bombas para poços artesianos e elevatória de Estação de Tratamento de Esgotos, serviços de melhorias na troca da rede de água no centro da cidade e melhorias na Estação de Tratamento de Água ETA entre outras coisas.

Por se tratar de uma rede de tubulação antiga, as ruas do Centro apresentam um maior número de vazamentos e perdas e por isso serão trocadas. O crédito contempla a aquisição de produtos químicos para tratamento de água. As compras serão realizadas mediante processo licitatório.

Write on Quinta, 19 Julho 2018

A empresária Vilma Maria Capanema recebe o título de cidadania bebedourense nessa sexta (20), às 20h, na Câmara Municipal. A iniciativa partiu da vereadora Mariangela Mussolini e teve o apoio dos demais vereadores.

Natural de Guaíra, Vilma é mãe de Lígia, Renata e Carlos e avó de Eduardo e Tulio. Em 1987 Vilma e a família vieram para Bebedouro, cidade que escolheu para criar seus filhos com tranquilidade e ter uma vida saudável. Em 1992 abriu a loja Mãe Coruja no centro da cidade, especializada em roupas e acessórios para futuras mamães e crianças. Depois de 8 anos, fechou a loja de roupas para, junto com seu marido, ajudar no gerenciamento de uma padaria que todos conhecem pela qualidade e atendimento, a Padaria Florença onde está até hoje realizando um excelente trabalho, com dedicação e responsabilidade social.

Write on Quinta, 19 Julho 2018

Responsável pela conquista da verba que resultou o convênio de quase R$ 1,5 mi para execução de urbanização da orla e reforma do museu, o presidente da Câmara, vereador Chanel (SD), fiscalizou o andamento das melhorias ao passar pelo local.

Iniciada no dia 11 de junho, a obra deve acabar até o dia 11 de setembro — prazo final para o término do trabalho. Por ter origem no Ministério do Turismo, a verba só pode ser usada em ações que fomentem o turismo no município. A conquista é um sonho antigo dos bebedourenses, visto que a região do lago é o principal cartão postal da cidade.

A empresa responsável pela obra é a GG Ribeirão Construções Ltda. Até o momento já foram colocados os guarda-corpos no começo do lago, bem próximo à comporta. O museu já recebeu o cabeamento para iluminação dos aviões e o suporte para os refletores.

O projeto prevê toda a iluminação da área externa do museu, o reforço da iluminação de todo o complexo de praças do museu até o sambódromo, novas rampas para idosos e cadeirantes bem como a construção de passarelas.