Morre aos 69 anos, o ex-vereador João Batista Giglio Villela

Morre aos 69 anos, o ex-vereador João Batista Giglio Villela Foto: Assessoria de Imprensa/Câmara

O ex-vereador João Batista Giglio Villela faleceu aos 69 anos na manhã deste domingo (22) vítima de infarto. 

O corpo está sendo velado no Velório Municipal Arnaldo Daólio, em Bebedouro, e o sepultamento ocorrerá na cidade de Viradouro, às 15h. 

 Vereador entre os anos de 1983 a 2000, despediu-se do Legislativo  bebedourense ao assumir uma cadeira no fim de 2016.  Villela era professor de história. 

Confira a seguir depoimentos de colegas que se manifestaram após o seu falecimento 

“João Villela foi um grande professor, um excelente músico, vereador experiente, uma pessoa que acreditava na democracia, uma pessoa que acreditava na política como ferramenta para transformar as vidas das pessoas, que acreditava nas políticas públicas para melhorar nossa cidade. Vai deixar muitas saudades o nosso querido amigo, professor João Villela. Ele era um dos membros do nosso partido, era ativo em causas sociais, sempre esteve disponível para debater as ideias... É com muita tristeza que a gente recebe esta notícia do seu falecimento. Fez muito por Bebedouro e ensinou muito aos jovens. Foi uma pessoa excepcional.” Jorge Cardoso, presidente da Câmara Municipal de Bebedouro

 

“Como professor de geografia, ex-vereador  e ex-prefeito de Bebedouro, quero lamentar – em nome da nossa sociedade bebedourense – o falecimento do João Villela. A gente sempre conversava... trabalhei com ele na escola Dr. Paraíso Cavalcanti, fomos vereadores na década de 90, na Câmara Municipal de Bebedouro... É uma perda para a política, é uma perda não só para Bebedouro, mas para a nossa região, tendo em vista que ele foi o autor do Hino à cidade de Viradouro. Eu quero deixar meus pêsames à Edna (sua esposa), aos seus filhos, e a toda a comunidade local.”  Davi Peres Aguiar, ex-vereador e ex-prefeito de Bebedouro

 

"Fui vereador junto com o João Villela na legislatura de 97 a 2000. Embora fôssemos de bancadas opostas, ele era da situação e eu da oposição, o João Vilela era do tipo daqueles que colocam as diferenças ideológicas para segundo plano. Sempre fomos amigos, nos encontrávamos constantemente no ambiente familiar. Gosto do João e manifesto meu mais profundo sentimento pelo seu falecimento. Aos seus familiares, que Deus conforte vossos corações neste momento difícil, da perda de um ente querido e amado por todos que o conheciam." Luiz Carlos de Freitas, ex-vereador.

 

"Vereador, poeta e artista. Muito fez pela nossa cidade. Uma pessoa bondosa que marcou a vida de seus alunos. Bom pai, marido  exemplar e um cidadão , cumpridor de seus deveres. Deixará saudades. Que Deus dê um bom lugar a ele." Cristina Rangel, ex-vereadora e ex-secretária de Educação.

X

Desculpe-nos

Não é permitido download