Adequação da jornada docente municipal retorna à votação

Após ter recebido um pedido de adiamento, o projeto de lei que trata da adequação da jornada docente volta à ordem do dia para ser votado pelos vereadores. O tema já foi debatido em duas audiências públicas e deve trazer o público para acompanhar pessoalmente a votação.

Os vereadores analisam ainda o projeto que institui em Bebedouro a criação da Patrulha Maria da Penha, que consiste no desenvolvimento pela GCM de ações de proteção, prevenção secundária, monitoramento e acompanhamento às mulheres em situação de violência doméstica.

Ainda na pauta de votação está o projeto que abre crédito suplementar no valor de R$ 231,089,47 para aquisição de testes de reagentes laboratoriais e com a cessão de comodato de um aparelho de bioquímica pelo período de 12 meses.

E por fim serão analisados seis requerimentos. O vereador Vagner Castro (PSB) solicita informações sobre a reposição de insumos dos equipamentos públicos municipais. Já o vereador Paulo Bianchini (SD) é autor de dois requerimentos: um que convoca o diretor de Desenvolvimento Econômico a comparecer no próximo dia 23 na Casa legislativa e do outro que pede explicações sobre a duplicação da rodovia Armando Salles de Oliveira no trecho da Raul Furquim.

A vereadora Ivanete Xavier (PSDB) cobra por meio de requerimentos duas pautas: uma sobre o funcionamento do calendário oficial de eventos do município e a outra sobre o repasse por parte do Executivo sobre os valores previdenciários do SASEMB. E o último requerimento da noite é do vereador Chanel (SD) que pede cópia das prestações de contas da organização social Mahatma Gandhi de junho e julho.

X

Desculpe-nos

Não é permitido download