Desde 1994, a educação no estado é tratada com descaso, critica Jorge

Ao relatar a fila que se formou em frente à escola Abílio Manoel em busca de uma vaga, o vereador Jorge Cardoso (PSD), que também é professor do Estado, disse que a situação é um reflexo do governo do PSDB no estado São Paulo.

Jorge listou as dificuldades existentes nas escolas estaduais do estado mais rico da federação. “Não há ventiladores nas escolas, não há segurança e desde 2010 não há reajuste no salário”.  Ele ainda citou o abismo que separa as escolas municipais - referências em qualidade -  das escolas estaduais em Bebedouro.

O vereador criticou ainda a proposta do governador João Dória que quer transformar o salário em subsídio. “Para quem não sabe a diferença, a partir do momento que o professor concursado passa a receber subsídio, ele pode deixar de remunerar férias, décimo terceiro”.

“Além da proposta da reforma, o atual governador acabou com o material didático nas escolas e ainda assim, ele defende que esse processo de reforma vai melhorar a educação de São Paulo”. Jorge relembrou que os estados do Nordeste com muito mais dificuldades quando comparados com o estado mais rico da federação; apresentam políticas públicas para educação e notas maiores que São Paulo.