Pela segunda vez, Câmara rejeita proposta de empréstimo de R$ 4 milhões junto ao BB

Pela segunda vez, Câmara rejeita proposta de empréstimo de R$ 4 milhões junto ao BB Foto: Assessoria de Imprensa/Câmara
Por 6 votos a 4, o Plenário da Câmara rejeitou na noite desta segunda-feira (26) três projetos de lei do prefeito Fernando Galvão Moura que visavam à celebração de um financiamento de R$ 4 milhões junto ao Banco do Brasil para a compra de máquinas, veículos novos e equipamentos de informática.
 
Com os recursos, a Prefeitura pretendia adquirir caminhões basculantes, rolos pneumáticos, motocicletas, carros de passeio, pick ups e equipamentos de informática, mas mesmo desmembrando o projeto que havia sido rejeitado em julho deste ano – a proposta não passou.
 
Votaram contra o financiamento os vereadores Engenheiro Nasser (Rede), Silvinho do Pão de Queijo (PSDB), Paulo Bola (MDB), Mariângela Mussolini (MDB), Fernando Piffer (PSDB) e Chanel (SD). Apenas os vereadores Professor Jorge Cardoso (PSD), Juliano Cesar Rodrigues (PSD), Rogério Mazzonetto (PDT) e Artur Henrique (DEM) votaram a favor.
 
A oposição, em seu discurso, reconheceu a necessidade dos equipamentos e veículos, contudo afirmou temer novo compromisso financeiro ao município, cuja dívida saltou de R$ 40 milhões em 2013 para mais de R$ 140 milhões seis anos depois.
 
Os vereadores da situação disseram não entender a rejeição ao projeto que viria a garantir melhores condições de trabalho aos servidores que cuidam da limpeza e manutenção da cidade, com veículos novos e não sucateados, como são vistos na garagem municipal.