Maioria rejeita empréstimo para comprar caminhão de lixo e ambulância

Os vereadores rejeitaram por 5 votos a 4 o projeto que autorizaria um empréstimo com a Desenvolve São Paulo no valor de R$ 492 mil para compra de um caminhão coletor e de uma ambulância. Favoráveis ao projeto votaram os vereadores Juliano Cesar (PSD), Jorge Cardoso (PSD), Artur Henrique (DEM) e Rogério Mazzonetto (PDT). O projeto recebeu voto contrário dos seguintes vereadores: Paulo Bola (MDB), Nasser (Rede), Mariangela Mussolini (MDB), Fernando Piffer (PSDB) e Silvio Delfino. Chanel (SD) disse que não votará nenhum projeto de autoria do Executivo enquanto a situação da estrada da Fazenda Irene não for resolvida.

O líder do prefeito, vereador Artur Henrique, defendeu o empréstimo visto a necessidade dos veículos e disse que é pratica a administração contrair empréstimo para uma próxima gestão pagar. Ele citou que o governo Galvão paga empréstimo realizado de outras administrações. Já os vereadores Jorge Cardoso e Juliano Cesar defenderam a aprovação visando às melhores condições de trabalho dos servidores e melhor atendimento à população. Mazzonetto também defendeu uma maior segurança ao trabalhador e ao paciente.

Os vereadores, Nasser, Mariangela Mussolini e Paulo Bola defenderam a não aprovação visto que o Executivo possui uma dívida beirando a casa dos R$ 150 milhões e que não seria prudente contrair mais um empréstimo. Já Fernando Piffer disse que falta gestão ao prefeito.