Piffer apresenta solução para impedir o retorno das 40 horas na Saúde

Na legislatura passada, os vereadores aprovaram a redução de 40 para 30 horas semanais para todos os funcionários da Saúde. Entretanto, esse ano a prefeitura tem trabalhado para que alguns cargos voltem à carga original de 40 horas. Vários vereadores já ocuparam a tribuna e denunciaram esse retrocesso.

O vereador Fernando Piffer (PSDB), que é médico e trabalha na Saúde do município elaborou um anteprojeto de lei que será enviado ao Executivo para que fique claro que a lei é válida para todos os funcionários da Saúde.

Com isso, Piffer diz que se o problema for na legislação conforme tem anunciado, ele será facilmente resolvido. Caberá ao prefeito Fernando Galvão (PSDB) acatar a sugestão e enviar para casa legislativa um novo projeto de lei.

O presidente da Câmara, vereador Tota Serotine (SD), criticou a atitude da prefeitura em voltar para as quarentas horas semanais. Disse ainda que se isso for alguma recomendação de Tribunal de Contas ou Ministério Público, a prefeitura deve dar ciência aos funcionários e afixar esses documentos em um mural para que os servidores tenham conhecimento.