Bacaninha receberá o título de Cidadão Bebedourense

Por iniciativa da vereadora Sebastiana Tavares (DEM), a Câmara aprovou por unanimidade o título de Cidadão Bebedourense ao sargento Joaquim Lima de Souza, mais conhecido como Bacaninha. Baiano de Guanambi, ele veio morar em Bebedouro no ano de 1975 com sua família devido à época áurea da laranja na região.

Trabalhando em vários ofícios, acabou por se efetivar como eletricista enrolador, trabalhou na antiga Recon com o Sr. José Pereira e na empresa Marciane Pavam, tendo ali construído um aprendizado profissional e aprendendo também muitas lições de vida.

Em 1990, prestou concurso, com o incentivo do amigo Luiz Fernando Inácio que trabalhava na Junta Militar, sem saber ainda que o Corpo de Bombeiros pertencia à Policia Militar.

Para se inscrever, Joaquim foi três vezes ao Quartel, enfrentando várias dificuldades, pois trabalhava e não conseguia estar no Quartel no horário certo, porém não desistiu, e em 1991 deu início, enfim, no dia 15 de julho, à Escola de Formação em Jardinópolis. Depois de soldado pronto, formado em soldado da Policia Militar, foi apresentado ao 9º Agrupamento de Bombeiros, onde foi iniciada sua adaptação para o Corpo de Bombeiros.

Em 12 de junho de 1992, Joaquim se apresentou na Corpo de Bombeiros de Bebedouro na prontidão amarela, ao Sargento Alcir.
Importante ressaltar que Joaquim se emociona ao recordar como se deu sua formação de Bombeiro, sua conduta sempre exemplar, tanto familiar, religiosa como profissional, deriva de muita dedicação e muita paixão pelo ser humano.

Joaquim foi promovido a Cabo em setembro de 1995, em 1996 o comandante da Corporação, Tenente Orestes de Souza Lima, convocou Joaquim para assumir o Programa Bombeiros nas Escolas - PBE, com certa dificuldade em exercer o cargo de professor, Bacaninha chegou a pedir para sair pois seu maior desejo era socorrer vítimas, atender as pessoas que necessitavam, combater incêndio, queria ser bombeiro no mais perfeito sentido da palavra e não professor, mas não teve seu pedido atendido, segundo Joaquim missão dada é missão cumprida, mesmo a contragosto, Joaquim se sentia representando o Corpo de Bombeiros, e assim sendo, exerceu seu papel com esmero e maestria, sendo respeitado e querido por todos que o tiveram como professor, sua formação juvenil participando da Pastoral da Juventude e do Grupo de Jovens lhe propiciou uma facilidade maior ao lidar com os alunos na hora de ensinar os primeiros socorros e a salvar vidas, assim sendo exemplos para muitos jovens.

No ano de 2000 fez o curso de instrutor de transito em Campinas, exercendo a função de instrutor teórico e prático do Detran, sendo examinador do Detran nos anos de 2016 e 2017 na região de Araraquara e Jaboticabal, com atuação na formação dos jovens na 1ª habilitação e renovação da CNH onde os motoristas tiveram, como opção, fazer o CFC, uma experiência ímpar nas palavras de nosso querido Joaquim Lima de Souza.

“Hoje o Sargento Joaquim, nosso amigo querido Bacaninha, tem sua trajetória reconhecida, é uma pessoa íntegra, participava na comunidade, sua família é respeitada e querida por muitos. Reconhecendo seu trabalho, sua dedicação e amor à profissão, sua conduta e seu caráter, Joaquim Lima de Souza, é mais que merecedor de receber o nosso reconhecimento público com o título e Cidadão Bebedourense, para tanto peço a colaboração e aprovação dos nobres edis, defende a vereadora Sebastiana Tavares.