Animais, idosos e autistas são os que mais sofrem com os fogos de artifício, argumenta Mariangela

Animais, idosos e autistas são os que mais sofrem com os fogos de artifício, argumenta Mariangela

O projeto que proíbe fogos de artifício com estampido em Bebedouro teve a sua votação adiada, mas foi debatido pela sua autora, a vereadora Mariangela Mussolini (MDB), para uma plateia composta de professores e protetores de animais.

Na tribuna, ela exibiu depoimentos de como um autista sofre com o barulho de fogos. Ela, que é avó de uma criança autista, sabe bem como funciona, uma vez que as crianças ficam em pânico. Além dos autistas, os idosos também são vulneráveis aos fogos.

E como protetora dos animais, a vereadora também explicou os fogos contribuem para a morte dos animais seja por enforcamento em coleiras, fugas desesperadas, quedas de janelas, automutilação, distúrbios digestivos entre outras causadas pelo barulho dos fogos. O projeto deve voltar à pauta de votação em breve  e enquanto isso, a vereadora prometeu continuar o trabalho para convencer os demais edis sobre a importância do projeto.